Resenha #21 - Híbrida

por - janeiro 17, 2016

Título: Híbrida
Série: Neblina e Escuridão - Vol. 1
Autora: Mari Scotti
Páginas: 360
Editora: Novo Século
Classificação: ❤/5
Sinopse: Por toda vida Ellene teve a sensação de ser diferente de seus irmãos e dos moradores de sua vila, pois não adquiriu características de lobisomem como era esperado, e afastava-se cada vez mais desta natureza. Com um espírito rebelde, resolve desvendar o passado em busca de sua verdadeira origem. O que não planejava era entrar no meio de uma rixa entre vampiros, a raça que aprendeu a temer e odiar desde menina. Para piorar, seus pesadelos voltaram: sonhos com um homem misterioso de olhos ameaçadores, envolvido por uma densa neblina. Há quase cem anos a rainha dos vampiros fora sequestrada e seu marido, Milosh, desde então busca incessantemente encontrá-la. O tempo é escasso e as autoridades do Conselho desejam eleger um rei omisso e cruel em seu lugar. Na tentativa de tardar a mudança, ele se une a maior inimiga da rainha. Qualquer erro pode condená-lo a morte e subjugar todos os seus iguais. Ellene e Milosh mal sabem que o que buscam os colocará frente a frente, em uma trama de intrigas, poder, amor e ódio.

Opinião: Primeiramente devo dizer que o livro realmente me surpreendeu. Apesar de ser meio suspeita a falar, pois amo romances sobrenaturais, sei dizer quando um deles é muito bom. Mas vamos a história antes de tudo.

A trama é desenvolvida em torno de um mistério, o sequestro da rainha dos vampiros, Elizabeth. Significando que existem traidores da raça. Com isto, temos um caos no mundo dos vampiros, pois sem a rainha deles, não mais existem regras, com exceção de alguns leais que ainda as seguem a risca.

Uma sociedade destruída, sem direcionamento. Sua única esperança está no lado oposto, vivendo nos sonhos, na mais densa escuridão.

Milosh (que no início imaginei sendo um velhote, mas depois vi que é um tremendo boy magia) é o marido de Elizabeth e temos ele com seu objetivo de encontrá-la. O amor dele é desesperador, ele respira e vive por ela, é lindo e podemos sentir isso a todo momento. Ele necessita dela.

Eis que surge mais uma personagem: Heidy. Ela é nada menos que uma mestiça, ou seja, metade vampira e metade humana. Mestiços são considerados abominações no mundo dos vampiros, mas eles são realmente poderosos, podendo andar durante o dia por terem sangue humano e ainda podendo ter muito mais poderes do que os vampiros puros.

Híbridos eram temidos, porque podem andar pelos dois mundos, de dia e noite, sem precisar de proteção contra o sol e misturando-se facilmente entre os mortais. Ao atingir a fase adulta - cerca de cem anos depois de seu nascimento -, deixam de envelhecer, podendo viver tanto quanto os vampiros. Além de absorverem poderes com maior facilidade que os transformados.

Mas como saber se Heidy está falando a verdade? Ela quer realmente ajudar ou está usando Milosh para ganhar o trono? Essa dúvida paira no ar em toda a trama. Eu particularmente penso que ela está usando ele para seus objetivos, pois não fui com a cara dela #mejulguem.

E com tudo isto ainda adicionamos lobos na nossa mistura! Sim, não poderia ficar melhor! Temos então Ellene, uma ruiva que acredita inicialmente ser um lobo. Ocorre que ela é a única da sua idade que ainda não se transformou. O que há de errado com ela? Apesar disso Ellene desenvolveu poderes únicos e é tão rápido quanto os lobos, mesmo sem sua transformação.

Também temos Tom, que é lindo (um boy magia com menos magia que o Milosh, mas ainda assim perfeitinho) e é perdidamente apaixonado por Ellene. Acontece que Ellene não sente o mesmo, pelo contrário, ela sente um misto de repulsa e pavor ao chegar perto dele, mas de longe ela realmente pensa em tentar algum relacionamento, mas são incompatíveis.
E era apaixonado por ela. Todos sabiam. Sabiam também que não era recíproco, mesmo Ellene tentando com todas as suas forças vê-lo como gostaria.

Com o decorrer da trama Milosh e Ellene se cruzam e acabam confiando um no outro, mesmo sabendo que ambos mal se conhecem, fisicamente. Isso porque em sonhos e por telepatia ambos se comunicam desde que Ellene se entende gente. No início ela pensa ser pesadelos, seu fantasma pessoal, mas depois ela descobre que ele realmente existe.

Temos outro ponto importante que é discutido na trama que é descobrir quem é a verdadeira mãe de Ellene, pois ela acaba descobrindo ser adotada, que foi deixada ali por sua mãe biológica, por isso ela é diferente, é uma híbrida também.

Como puderam esconder algo tão grave? E como havia sido criada como igual se era da raça inimiga? [...] Tinha aprendido a odiar e matar vampiros e o sangue que corria em suas veias era de um. 

Enfim, como pode ver é uma teia de mistérios, com pontos que se ligam e outros que aparecem no decorrer da trama. Temos romance, suspense, traição, fantasia e uma pitada de prazer. Não poderia ser melhor! 

Super recomendo esse romance e digo que a leitura do segundo volume já está quase no fim, por isso logo teremos mais um pouquinho de Ellene e Milosh para se deliciarem! Confiram o book trailer do livro:




♥ Você também vai amar:

2 comentários

  1. Amei o resumo, mesmo o spoilerzinho que tem ali sobre o que ela é! HAHA. Espero que esteja gostando de Guardião. Estou muito feliz que gostou da leitura de Híbrida!
    Beijão, Mari Scotti

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAWN, eu tentei não dar spoilers >< mas saiu tuuudo haha, mas não ligue que ainda vão querer ler muuito!

      Excluir