Resenha #47 - Eu Nunca

por - junho 22, 2016

Título: Eu Nunca
Autoras: Josy Stoque e Mila Wander
Editora: Independente
Gênero: Erótico | Romance
Páginas: 601
Lançamento: 2016
Skoob (www| Comprar (www)
Classificação: 
Sinopse: "O que você faria se dividisse um prêmio de trezentos milhões de reais com um desconhecido?" Pauline de Freitas Dias, uma mulher bem-resolvida que ama viver a liberdade plena, sabe exatamente o que fazer! Ela já tinha em mente o itinerário da viagem mais incrível de sua vida antes mesmo de apostar. Sua empolgação ao falar dos destinos mais inusitados da lista contagia o tímido Joseph Ayres, com quem literalmente esbarra na fila da lotérica. Ele é convencido a jogar pela tagarelice sem fim da doidinha, mesmo que relute devido aos seus princípios rígidos. O destino faz com que marquem os mesmos números e ganhem uma bolada inédita! Animada com a sorte dupla, Pauline convida Joseph para acompanhá-la em uma aventura pelos lugares mais exóticos do país. De cara, percebem o quanto são diferentes: ela é uma paulistana completamente liberal e ele é um mineirinho virgem que acabou de ser enxotado pela noiva. Disposta a fazer Joseph se permitir de verdade, Pauline estipula três regrinhas antes de iniciarem a viagem: 1) nada de usar o celular, 2) experimentar tudo o que puderem e 3) não se apaixonar. Ambos têm muito dinheiro para gastar e nada a perder, mas não podem prever que essa experiência única se tornará a mais louca de suas vidas, principalmente quando começam a quebrar as regras, uma por uma. (Comédia romântica picante. Conteúdo erótico. +18)"

 Opinião: Que livro divertido, gente! Se quiserem dar boas risadas, viajar, curtir muito e ver o amor na sua forma mais sublime, esse é o livro!

Começamos conhecendo Joseph, um cara todo certinho que já tem toda a sua vida planejada. Ele tem 26 anos, é noivo de Laurene, trabalha na papelaria de seu sogro e com seu dinheiro suado pretende construir a casa onde será feliz para sempre com Laurene, após o casamento. Ah, ele é virgem. Mas Laurene tem outros planos e um deles inclui acabar com o voto de castidade entre eles, mas as coisas saem errado e ela admite não ser mais virgem, não ter esperado por Joseph e rompe com o noivado.

Arrasado, ele continua sua rotina, pagar contas, trabalhar. Ele conhece Pauline justamente na lotérica, mais exatamente, na fila para pagar as contas. Ele a descreve como 'parece que está tomando vários choques elétricos e não consegue ficar parada'. Ri horrores com isso, pois sei exatamente como pessoas assim são.

Pauline é o oposto de Joseph. Ela é livre, liberal e quer experimentar tudo que a vida traz de bom, sem preconceitos, sem culpa e sem medo. Ela adora dias chuvosos e nada parece lhe abalar. Ela está morando nessa cidadezinha, pois seu ex-namorado a trocou por outro amigo gay e, pareceu ser uma boa oportunidade mudar de ares e aceitar a proposta de transferência feita pelo seu chefe. Naquele momento ela estava em busca da sua sorte, ia jogar na hiper-sena! Tendo certeza que o prêmio já é dela, Pauline falta explodir de felicidade e fica muito interessada no rapaz tímido e lindo que está bem atrás dela.

Como é muito aberta, Pauline logo conta seus planos de viajar o Brasil todo e tenta a todo custo animar Joseph que parece de mal a pior. Ao final ela joga e segue seu caminho. Impressionado com o jeito espontâneo de Pauline, Joseph nem se dá conta que acaba pegando um bilhete e, de última hora, resolve validar sua jogada.

Para a surpresa de ambos, eles ganham juntos o prêmio e Pauline insiste que Joseph comemore com ela. Ela também o convence a realizar aquela tão sonhada viagem e para a surpresa deles, Joseph aceita, mais para tentar se redescobrir, do que por vontade de viajar mesmo. Mas Pauline impõe regras para aquela viagem, nada de celulares, fazer de tudo e não se negar a nada e por fim, não se apaixonar por ela. Será que isso dará certo?

Essa é uma história bem impressionante para falar a verdade, me descobri vendo o jeito de Pauline e acabei vendo que sou um pouco de Joseph! É muito interessante ver o modo como ele luta para se adaptar ao jeito de Pauline e não agir com preconceito, em contrapartida, vemos como Pauline acaba por aprender que viver intensamente nem sempre é fazer loucuras e sexo. Existe felicidade e intensidade na quietude, no viver bem, no sentir um ao outro e isso é descoberto aos poucos por ambos.


"Penso em tantas coisas para lhe dizer, mas nada além de lágrimas saem de mim enquanto ele me despe com uma gentileza que nada tem de sexual. Mas a sensualidade está no toque suave de suas mãos na minha pele e em minha nudez sem receios."

Outro fator interessante é que em uma parte do livro acabei por estar julgando o casal como sendo bem imaturos, mas então me dei conta de que Pauline nunca esteve com alguém que quisesse lhe dar flores ao invés de sexo. Joseph, por outro lado, nunca esteve com alguém que fosse liberal e não se importasse com nada. Ambos são bem inexperientes em suas experiências e estão se conhecendo aos poucos, aprendendo a viver um a vida do outro, portanto é plenamente justificável que ambos cometam erros, até porquê, ninguém nasce sabendo como lidar com sentimentos e relacionamento, né?!

Também dei muitas risadas, Pauline é totalmente desbocada e Joseph é muito tímido, então já imaginem como seria um diálogo desses! É hilário! Mas cá entre nós, Joseph me conquistou de um jeito lindo! Ele é tudo que uma mulher pode querer, carinhoso, doce, meigo, gentil, lindo e ainda por cima, puro! Além disso, depois que descobre as virtudes de um relacionamento sexual, ele é o cara! Gente, é indescritível, sério!


"Não acredito que realmente esteja aqui, cuidando de mim de maneira tão carinhosa e me dizendo coisas tão lindas. Parece um sonho bom demais para ser real. A felicidade no meu peito é tão imensa que o medo de acabar é aterrador, portanto, o choro é inevitável."

Já com Pauline senti que devia me libertar mais sabe, o jeito espontâneo dela me fez ver que existe muita coisa boa nesse mundão que acabamos abrindo mão sem nem se dar conta. Ela é inconsequente, apaixonada pelas pessoas, pela vida, se entrega totalmente e se desapega muito fácil também!

Narrado em primeiro pessoa, vemos como cada um lida com essas novas emoções. As autoras alternaram entre os dois pontos de vistas e isso nos deu uma visão bem ampla do que ocorria com Joseph e Pauline. 


"Nunca me senti tão exposta e vulnerável diante de outro ser humano. É como se minha alma estivesse desnuda aos olhos de Joseph e ele pudesse lê-la, tocá-la e ver cada um dos sentimentos que me desperta sem que seja necessário confessá-los."

A diagramação ficou perfeita, sem erros de gramática ou de formatação. Adorei a capa, ficou linda e ao final entendi o motivo do título 'Eu Nunca'. A narrativa das autoras também foi bem fluida e diferenciada para cada personagem, isso deu uma personalidade única a ambos.

A história toda foi bem contada, nada muito arrastado e sempre com muita emoção e reviravoltas, teve pitadas de 'hot' na medida certa e romantismo para derreter até o coração mais gelado do mundo! Personagens cativantes e encantadores, que nos despertam muitas emoções, realmente um ótimo trabalho feito por essas autoras!


"É com muita angústia que descubro que Pauline não é apenas uma amiga, uma companheira de viagem ou uma paixão intensa, ela é o meu novo, e talvez primeiro, amor. Eu a amo tanto que viveria na merda para sempre se isso significasse trazer o seu sorriso de volta. Estou me odiando por amá-la, mas me odeio mais ainda por nunca fazê-la suficientemente feliz."

Super recomendo essa leitura, totalmente irão entender as minhas palavras e espero que, sinceramente, leiam! E quando lerem lembrem disso: #chupamundo! haha! Beijos e até a próxima!



♥ Você também vai amar:

22 comentários

  1. Ahhh, que fofo! Adorei sua opinião.
    Não conhecia esse livro, mas já vou providenciar para leitura...
    Seu blog é lindooooo! Bjin :*


    www.lendo1bomlivro.com.br

    ResponderExcluir
  2. Que livro perfeito! Eu tô passando por uma ressaca literária que vou te contar! ODIANDO cada livro que leio, mas esse parece ser tão legal que vou arriscar. A história tem uma premissa tão leve e criativa, adorei!
    Beijos.
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, tomara que essa ressaca passe logo, eu sei bem como é haha! Que bom que gostou, leia mesmo!!

      Excluir
  3. Olá,
    Estou muito curiosa em relação a esse livro, já tinha visto ele mas não dei tanta atenção.
    Parece ser muito bom para descontrair.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é ótimo para descontrair, a leitura flui de uma forma ótima e quando vê está querendo mais!

      Excluir
  4. Oi, tudo bem? Esse livro parece ser muito bom e bem divertido. Sua resenha ficou muito bem escrita e eu fiquei com vontade de ler o livro, só acho que ficaria um tanto desconfortável nas partes hot, mas tirando isso...

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Ahh, mas é só pular caso ficar desconfortável, antes eu ficava agora nem ligo muito, mas quando não to a fim eu vou dando uma puladinha rsrs! Fica a dica!

      Excluir
  5. Muito boa essa sinopse e sua resenha, com certeza me atraiu demais!

    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
  6. Oie,
    Meu deu vontade de ler esse livro só pela sinopse!
    Sua resenha também ficou muito boa e me deu mais vontade... hahah
    Adorei a dica!

    Beijos,
    Juh
    http://umminutoumlivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! Se tiver oportunidade leia mesmo!

      Excluir
  7. É a segundo resenha que leio desse livro e é a segunda vez que tenho MUITAAAAA vontade de ir atrás dele. Nossa foram muitos adjetivos e pelo que você disse o livro deve ser uma DELÍCIA!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hhaha, então leia logooo! Ele é divo demais! Garanto que irá amar!

      Excluir
  8. Que resenha maravilhosa, que sinopse sensacional! Já TIVE QUE colocar na lista para ler o mais urgente possível. Senti que estava lendo a sinopse de um bom filme, que por mais que tenha certos teores clichês, não deixam de nos causar reflexões e sensações intensas super válidas. Adorei!

    SEMQUASES.COM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! <3 Ah, um cliché é sempre bom né, somos apaixonada por isso, não tem como negar! Leia, garanto que gostará!

      Excluir
  9. Gente, eu me espantei com a quantidade de páginas do livro oO
    Infelizmente, eu vou passar. Eu não tenho uma boa experiência com a Mila :(
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de aniversário do blog Crônica sem Eira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh, mas acaba sendo uma leitura tão rápida! Acho que foi porque eu me envolvi bastante com a história, mas o número de páginas não influencia em nada a qualidade! Pena que vai passar, mas se tiver uma oportunidade, dê uma chance e leia!

      Excluir
  10. Gente, eu me espantei com a quantidade de páginas do livro oO
    Infelizmente, eu vou passar. Eu não tenho uma boa experiência com a Mila :(
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de aniversário do blog Crônica sem Eira

    ResponderExcluir
  11. Xuxu, muito obrigada pela resenha maravilhosa, amei seu ponto de vista da história! Beijos

    ResponderExcluir