Resenha #62 - Era Uma Vez

por - agosto 15, 2016

Título: Era Uma Vez
Autora: Hadassa M. Vaz
Editora: Independente
Gênero: Contos | Drama | Fantasia | Infantojuvenil
Páginas: 14
Lançamento: 2016
Skoob: (Ler +)
Comprar: (Amazon)
Classificação: 
[E-book cedido pela autora em parceria]
Sinopse: "Vamos começar essa história com Era uma vez... Afinal é assim que todos os contos de fadas começam, não? Ok! Então lá vamos nós. Era uma vez uma menina triste, num mundo triste que via o mundo através da janela de seu quarto e era por essa mesma janela que ela imaginava um mundo muito além daquelas quatro paredes. Era por aquela janela que entravam e saiam seus sonhos."

 Opinião: Como o próprio nome diz, começamos o conto com a personagem Stela, uma menina sonhadora.

"Imaginava que seu cobertor na verdade era um grande manto feito com pedaços do céu e seu travesseiro era a lua. Para iluminar a escuridão haviam as estrelas sempre brilhando por cima de sua cabeça."

Só que Stela só podia imaginar, eis que seu corpo não lhe respondia como ela queria. Como toda criança, Stela sentia falta de correr, brincar e ser livre.


"Tinha chorado tanto de início após o acidente. Quis usar suas pernas para sair correndo para longe daquelas paredes brancas, longe de tudo... Mas estava presa a sua cama."

Ela sofrera um acidente com apenas 10 anos e o destino selou seu futuro, portanto, ali estava Stela, sonhando, mas sem poder levantar-se para realizar seus pequeninos sonhos.


"Queria crescer e ser convidada para um baile, então quando ela descesse as escadas, com um lindo vestido, ele olharia para ela e diria que ela estava linda. Seus pais tiraram milhares de fotos e naquela noite ela daria seu primeiro beijo.
Mas ela tinha perdido tudo isso."

Ao ver que seu sofrimento fazia seus pais sofrerem, Stela se obrigou a voltar a viver, comer e sorrir, mesmo estando como um zumbi por dentro. Mesmo sem poder aproveitar o mundo lá fora, Stela continuava sonhando, através de uma pequena janela, que era sua única passagem para fora daquilo que vivia.


"Queria ser uma estrela. 
Em seus sonhos as estrelas eram garotas como ela. Que também queria brincar, rir e se divertir."

Em seus sonhos ela não tinha os limites que a vida real lhe impunha, ela era quem queria. Era apenas uma criança, como todas as outras.

Achei muito interessante que a autora tenha se inspirado em sua própria infância para escrever esse conto (só a parte das estrelas, tá gente!) e realmente me emocionei. Essa é a história de centenas de crianças e infelizmente não podemos mudar o que aconteceu. Adorei o pequeno conto, me deu uma dose de realidade, uma triste e ao mesmo tempo emocionante realidade, mas é o que há. 


"Há uma estrela em cada um de nós aguardando o dia de finalmente brilhar no céu."

Como sempre, adorei a narrativa da autora, ela conseguiu em poucas páginas nos passar uma emoção crua, tão inocente que realmente nos sentimos como uma criança que somente quer correr e brincar. Fiquei um pouco incomodada com a centralização do texto, mas nada disso influenciou a leitura. Os detalhes das páginas ficou lindo e a capa arrasou, como sempre. 

Enfim, é um conto que vale a pena a ser lido. Por ser curto, não posso dizer muito mais, porque senão contarei tudo (mais do que já contei, rsrs), leiam e sintam-se como eu! Espero que tenham gostado e se quiserem adquirir, ali em cima tem o link da Amazon para a compra do e-book (é só R$1,99 gente, comprem, sério). Beijos e até a próxima!




♥ Você também vai amar:

11 comentários

  1. Olá, tudo bem?

    A sua leitura parece ter sido bem intensa. Ás vezes precisamos mesmo desse "choque de realidade". Sua resenha ficou um amorzinho e me despertou um interesse enorme pelo livro ♥ a leitura parece ser bem curta, gostosa e cativante. Vou dar mais uma pesquisada sobre ele ;3


    Se quiser saber de onde brotei...
    ▲ ▼ RETURNING TO CHAOS

    ResponderExcluir
  2. Oi, como vai? Eu ainda tenho um pé atrás sempre que vejo um livro com poucas páginas, não consigo me habituar a esse tipo de leitura por achar tudo muito superficial. Mas eu amei a premissa, é diferente e nos faz pensar bastante em certas coisas.
    Beijos! Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  3. Nossa eu sou apaixonada nesse tipo de livro, eu gosto muito de ler mas como quero medicina e já estudo um pouco quando procuro algo para ler sempre opto por literaturas mais fáceis e com mais encanto me distraem mais, eu amei esse livro e com toda certeza vou procurar ele para ler, amei a resenha ♥
    lravilla.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oiii meninas

    O legal dos contos é que são histórias que a gente as vezes começa e termina em pouquissimo tempo e quando bem escritos conseguem emocionar e envolver em quase o mesmo nível que um livro faz. AInda não consigo me satisfazer com pequenas histórias, sou curiosa e sempre quero mais, e esse quero mais a maioria dos contos que li ficavam devendo... mas talvez esteja na hora de me arriscar e tentar outros contos, quem sabe...

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  5. Não sou de ler contos, mas tenho que confessar que esse me chamou muito a atenção. Parece ser perfeito e muito emocionante também :D
    Ótima dica de leitura :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  6. Muito legal a resenha, ainda mais por ser um conto bem rápido e leve de ler! Fiquei bem curiosa ^^
    boa semana :)

    Red Behavior

    ResponderExcluir
  7. Que indicação mais linda! Adoro quando sinto previamente essa sensação de leveza mesclada com grande peso em obras. E foi exatamente a sensação que a resenha (incrível e bem detalhada, como sempre) me trouxe. Fiquei super curiosa para caçar as entrelinhas da estória e senti que muitos pontos metafóricos estão presentes. Oba!

    www.semquases.com

    ResponderExcluir
  8. Apesar de triste, parece ser um conto muito interessante. Gostei da sua resenha!
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha, amei a sinopse, amei mais ainda essa capa, já quero. bjus da Joyce.
    https://pedagogaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi!! Eu gosto de contos, é um formato que me agrada bastante! Curti a sinopse e a capa é muito linda mesmo!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir