Resenha #70 - Quando um Homem Ama uma Mulher

por - setembro 12, 2016

Título: Quando um Homem Ama uma Mulher
Autora: JFB Bauer
Editora: Arwen
Gênero: Romance | Erótico
Páginas: 474
Lançamento: 2015
Skoob: (Ler +)
Comprar: (Amazon)
Classificação: 
[E-book cedido pela Editora em parceria]
Sinopse: "Seria possível mensurar o amor de um homem por uma mulher? E quando este amor é tão grande que afronta, inclusive, a rejeição da mulher amada? O Senador Richard Walker terá um árduo desafio pela frente, maior até do que vencer as próximas eleições, terá que convencer a mulher que ama de que não é corrupto, nem desonesto, como a maioria dos políticos. Richard teria que derrubar as barreiras que a jornalista Emma Morris construiu em torno de si mesma para bloquear o amor. Filha de um ex-senador da República, preso por corrupção, Emma não acreditava no mundo político e muito menos na corja de parlamentares, já que o próprio pai, a pessoa que mais amava no mundo, foi capaz de decepcioná-la. Em consequência, ela também se fechou para o amor. Contudo, Emma aprende que nem sempre podemos julgar a todos nos baseando no ato falho de alguns. Após rejeitar o senador Walker, aprenderá com a dor que o amor tudo perdoa, tudo suporta e tudo crê... Quando um homem ama uma mulher apresenta momentos de romance e ternura, contracenando com pitadas de pura sensualidade e demonstra a transformação do MEDO em AMOR. "

 Opinião: Confesso que no começo fiquei empolgada e criei muita expectativa em relação a esse livro, porém, no decorrer da leitura ela foi se exaurindo e percebi que esse não é um dos romances que me satisfez totalmente.

O livro já se inicia sendo narrado em terceira pessoa, começando por Emma, uma jovem jornalista de 23 anos que carrega um grande trauma em relação a seu pai, ex-senador que fora preso por crime de corrupção. 

Em decorrência disso, Emma resolve odiar de coração qualquer pessoa que exerça tal profissão ou que esteja no meio político. Resumindo: Ela odeia políticos e deseja distância de todos eles, afinal, para ela eles são todos iguais, todos mentirosos e corruptos, assim como seu pai um dia foi. E por isso a jovem deseja nunca mais encontrar seu pai, tampouco perdoá-lo.  Bobeira, não? 

Emma vive em um apartamento junto com sua melhor amiga Lindsay, uma loira e divertida advogada. Numa certa noite a amiga a convence de ir a um jogo, e é aí que o mundinho de Emma começa a virar de ponta cabeça, quando as jovens se esbarram com dois rapazes que, por coincidência, também estão sozinhos. 

Desde o início e à primeira vista Emma sente uma certa atração por Richard e ele sente o mesmo em relação a ela, porém, a mesma não o conhece e não sabe nada de sua vida, tampouco que ele é um político e senador! 

Bem, pausa pra ele: Vi Richard como um homem muito maduro, cheio de iniciativa, inteligente e romântico, além de ser lindo e bem visto socialmente, principalmente por ser um homem honesto e integro. Pelo menos é o que dizem. E se eu o visse por aí com certeza me apaixonaria, mas daria valor nele, ao contrário do que Emma fez com sua atitude imatura.  


"Não se enganara em pensar que ele era bonito. O rapaz havia retirado o capuz e os óculos deixando o boné. Richard definitivamente era muito lindo."

Bem, retornando ao ponto principal, a ligação entre ambos é tão intensa que dá pra ver através das páginas. Foi nesse momento que eu mais me empolguei e por pouco tempo me iludi. Os dois vão aos poucos se aproximando mais e mais, e em meio ao bate papo sem querer Emma revela sua revolta em relação aos políticos, porém Richard omite sua profissão na tentativa de conquistá-la primeiro e depois contar a verdade.

Nesse meio tempo, em dois dias, Richard descobre que a ama, quer fazê-la feliz e constituir uma família. Nunca havia se sentido assim como mulher nenhuma, era a primeira vez e ele não poderia ignorar esse sentimento. Acontece que Emma descobre sobre sua profissão de outra forma e fica completamente furiosa com Richard e profere suas piores palavras de ódio a ele. Daí, novamente chega à conclusão que todos os políticos são iguais e mentirosos. Novamente, aí está a atitude imatura que me desagradou.

Nisso, Richard tenta por diversas vezes conquistar novamente Emma, pedindo perdão. Então sua melhor ideia surge quando decide lhe arranjar uma vaga como assessora de imprensa logo após ela ser demitida de seu trabalho como jornalista por revelar demais a verdade sobre os políticos. No começo ela faz birrinha e bate o pé, mas depois acaba aceitando, mas deixa bem claro a Richard que não vai haver nada entre eles, ela seria profissional e só. 


"Ela era o tipo de pessoa que o encantava sem fazer esforço. Linda, inteligente e com uma personalidade forte... Decidida..."

No entanto, passando alguns dias, a atração retorna e eles passam a primeira noite juntos. Até aí achei lindo, gente, fiquei aliviada e esperando que a bomba viesse de outra forma, já que não estava nem na metade do livro e eles já conseguiram reverter a briga. Mas novamente, a briga retorna por causa de Emma, que com fogo no rabo conhece outro rapaz e no primeiro momento resolve ficar com ele só por ficar, decidindo que depois resolveria sua situação com Richard, aliás, eles ainda não tinham nada sério. E é obvio então que Richard não foi correspondido e ainda descobre a traição. 

Ainda, Emma se arrepende do que fez quando vê o senador com Íris (ele também não perdeu tempo!) admite que o ama! Talvez tarde demais, ou não? Seria possível agora a própria Emma conquistá-lo? Achei os acontecimentos bem previsíveis, principalmente em relação aos sentimentos de ambos, e é assim que flui toda a história. 

Já estava até esquecendo de relatar que a trama não só se desenvolve em relação a Richard e Emma, mas também com Lindsay e Mark, o melhor amigo de Richard que foi com ele no encontro do jogo de futebol. Lá, Mark conhece a advogada e ambos já se gostam desde o primeiro momento, mas sem muitos desentendimentos, só amor mesmo. Adorei o casal que pra mim foram os melhores da história, por mais que não aparecessem tantos. 

Um ponto bem interessante que encontrei foi em relação a essa mudança repentina na forma de pensar de Emma. No começo vemos uma jovem muito imatura e explosiva, mas conforme vê Richard com sua melhor amiga e ambos felizes, tal fato atinge a sua vida de forma tão intensa que a garota aprende a andar, falar e perdoar. É incrível! 

Em relação à autora, juro que achei a escrita dela ótima, fácil e leve. O desenvolvimento da história também corria bem, e achei super interessante a forma como ela deixou rolar a reflexão dos personagens, que nesse caso me refiro à Emma e sua transformação.

Quanto a diagramação, está bem simples e linda, ótima para a leitura. Não achei erros de revisão, o que me agradou muito. A capa, nem preciso dizer, está linda, realmente chama a atenção e cativa o leitor antes mesmo da leitura em si.

Enfim, realmente é uma leitura um pouco clichê, mas vale a pena. Como disse, as conclusões acima foram minhas impressões como leitora, mas ainda assim soltei uns suspiros com o relacionamento do casal. É uma leitura rápida para aquela tarde que você está a fim de um romance mais apimentado. Espero que tenham gostado e até a próxima! Beijos!




♥ Você também vai amar:

29 comentários

  1. Olá, tudo bem? O livro parece ser bom, mas não sei se leria no momento. Adorei sua resenha e é uma pena que o romance não seja tão bom quanto você pensava ser...

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, no começo achei que Emma era uma mulher de personalidade forte e tal, mas me enganei um pouco.

      Excluir
  2. Suas indicações são incríveis, sua resenha me deixou super curiosa, mesmo não tendo sido como você pensava..

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. Ótima resenha, gosto quando as resenhas são sinceras, as vezes a gente vê resenhas que cobrem de elogios os livros, e quando a gente vai ler se decepciona...

    ResponderExcluir
  4. Oi amores! Eu ri alto de "emma com fogo no rabo". Já tomei birra da garota sem nem conhecê-la. Fiquei feliz que a personagem engatou quando viu o cara feliz com outra, mas não sei se eu gostaria da história. A capa é linda, o título chama minha atenção (me lembro daquela música When a Man Loves a Woman), e só por isso vou deixar ele na lista dos "em cima do muro". rsrs
    Beeijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se eu lesse uma resenha como a minha antes de inciar a leitura também já ficaria com birra, mas vai da opinião de cada leitor, né. Quem sabe se você ler, goste mais do que eu, ou pior, sei lá. Quis ler esse livro demais quando vi a capa e a sinopse, mas é uma pena que não tenha gostado tanto.
      Beeijo!

      Excluir
  5. A capa é bonita, o título chama atenção e o enredo tb, mas se não te empolgou já fico com um pé atrás. De qualquer forma, vou tentar conferir qualquer dia desses rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Oiii meninas

    A resenha está ótima, a capa do livro está linda tb, porém, o gênero erótico não é exatamente um gênero de livros que me atrai muito. Já li algumas novelas eróticas porém, não chego a gostar tanto como outros gêneros de livros como fantasia e romances YA. O fato de não ter te entusiasmado tanto ja me deixa mais atras ainda, então, dessa vez, acho que deixo a dica passar.

    Obrigada pela resenha

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, mas sabe que eu adoro um erótico sim! Mas esse livro não tem esse problema, na verdade são cenas picantes só, não diria hot sabe.

      Excluir
  7. Oi meninas, suas lindas, tudo bem com vocês?
    Meu coração chegou a doer, eu não aceito traição. A autora me perdeu nesse ponto. No lugar dele, eu nunca voltaria para ela. E também não gostei da atitude da amiga dela. Como amiga, ela nunca poderia ficar com ele, não nessas circunstâncias. Se não houvesse a traição, eu leria, pois adoro clichês, risos...Uma pena mesmo. Mas para quem não se incomoda com isso, parece ser uma boa leitura, no fim das contas. A resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia esse livro, a premissa parece legal e acho que seria uma boa indicação pra mim, se não fosse a infantilidade dessa Emma! Nossa, só lendo a resenha eu já fiquei chateada com essa birra dela! hehehe Ótima resenha!
    Beijos!
    Borboletas de Papel | InstagramFanpageTwitter

    ResponderExcluir
  9. Oii, tudo bem?
    O livro realmente parece ser muito bom para quem gosta de acompanhar esse gênero e ler, mas eu pularei a dica, parabéns pela resenha.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Olá,

    Não conhecia a obra, mas pelo título achei que fosse algum livro da série Os Sullivans. Mesmo não sendo da Bella Andre, o livro segue a mesma pegada que os livros da autora, e como gostei da Bella, acredito que irei gostar desse livro também. Concordo com você que é bobeira a protagonista ter um pensamento tão fechado por causa de uma única pessoa, mas como não conheço a história não posso opinar. Enfim, estou curiosa e pretendo lê-lo futuramente :)

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi, a premissa do livro não me atraiu e por ser um livro erotico, meio apimentado já não me faria ler e por perceber ao longo da sua resenha que o romance deles é meio clichê fiquei mais desanimada, pois geralmente esse tipo de livro segue o mesmo estilo e achei que esse fosse um pouco diferente, mas acabei constatando que é clichê como os demais.Por isso, não leria
    bjus

    ResponderExcluir
  12. Já tinha visto esse livro mas não imaginava que ele tinha a ver com uma história como essa do inicio sobre a politica e tudo mais.

    www.adolecentro.com

    ResponderExcluir
  13. Não gosto muito de ler livros eróticos,não faz parte dos meus géneros literários preferidos!! Bom resto de semana,continuação de boas leituras!!

    ResponderExcluir
  14. Uma pena que o livro não te empolgou 100%. A capa é linda, apesar de não gostar muito de romance :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá! Tudo bem?

    Gosto bastante de romances, de todos os tipos. E embora esse seja um dos meus gêneros favoritos, e este livro tenha uma premissa interessante, não senti vontade de ler...Acho que tô meio fugindo de personagem mimizenta, sabe? E deu a impressão que a protagonista é um pouco assim... É mesmo?

    Beijo

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Estou conhecendo o livro agora.Que pena que não te agradou tanto. Eu gosto de um bom clichê, mas que seja bem desenvolvido. Talvez algumas coisas nesse livro também fosse me desagradar.
    Ótimo ponto de vista.

    ResponderExcluir
  17. Olá, adorei sua resenha, ela está maravilhosa, fiquei dividida sobre o livro, de começo achei a personagem principal uma insuportavel, já tinha desistido da leitura, mas fiquei bastante curiosa como irá se desenrolar ao ver seu boy com sua melhor amiga que é super legal e nada chatinha que nem ela KKK

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Nossa, até parece que o pai dela matou alguém, não acha? Achei o maior drama isso aí e desanimei de ler o livro, então vou deixar essa dica passar.
    Beijos.

    https://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bem?

    Adorei a ética e a moral de Emma, a personagem principal - mesmo que depois ela tenha colocado isso meio de lado. Corrupto não mata, não puxa o gatilho, não estupra, mas deve ser tão ruim quanto ser filha de um estuprador ser filha de alguém que é um notório corrupto. Claro que para se incomodar a pessoa precisa ter ética, precisa ter moral. Precisa ser educado para entender que crime é crime.

    Amo clichês, são a essência da vida. A vida é um clichê, pena que as pessoas levam essa afirmação para o lado pejorativo.

    bjss

    ResponderExcluir
  20. Oie
    parece ser um bom livro e tem um enredo bem legal, mas não sei se é o gênero que procuro no momento, mesmo assim boa dica e legal a capa

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. u tenho quase certeza de que já peguei nesse livro mas por algum motivo não comecei a lê-lo, ele parece ser bem clichê, mas aquele clichê que toda boa apreciadora de romance lê em uma tarde hahaha, o que me preocupa é só essa reviravolta da personagem principal e também o mocinho já perceber que a ama logo no início pois isso me deixa um pouco revolts pq tira um pouco da "veracidade" do romance mas enfim o livro parece ser bem legal, adorei sua resenha!

    Beijos
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  22. Embora tenha achado a Emma uma personagem cativante (ao menos foi a impressão que tive), não é um gênero de leitura que eu aprecie. Por isso, passarei a dica dessa vez. Gostei muito da sua resenha, muito detalhada. A capa do livro é muito bonita!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  23. Oie!!!
    Menina acabei de ler esse livro, achei a Emma uma cretina coitado do Rick! Masé aquela coisa né, quando descobrimos que estamos perdemos, aprendemos a dar valor né?
    Linda a resenha

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então bate aqui rsrs. Senti peninha dele, e é bem parecido mesmo!

      Excluir