Resenha #78 - Flor de Cerejeira

por - outubro 17, 2016

Título: Flor de Cerejeira
Autora: Alana Gabriela
Editora: Independente
Gênero: Drama | Romance
Páginas: 322
Lançamento: 2016
Skoob: (Ler +)
Comprar: (Amazon)
Classificação: 
[E-book cedido pela autora em parceria]
Sinopse: "Qualquer um pode cometer um erro. Yoko sempre teve uma vida relativamente boa e estável, participava da organização do Festival Cherry Blossom, tinha amigos com quem contar na escola, tocava violino e estava treinando para fazer parte da orquestra da Juventude de Macon quando tudo começou a dar errado. Seu pai se envolveu num grave acidente, que acabou matando um pai de família e, foi parar na prisão. Sem a referência paterna, e com todos os problemas financeiros que se acumulam, o distanciamento da mãe, Naomi, que está a cada dia mais se afundando em trabalho, Yoko vê o que sobejou, de sua família, totalmente desestruturado. Em meio à dor da perda, Yoko conhece Aidan Hirsch, um garoto que parece tão desestruturado quanto ela, taciturno e solitário, e que é capaz, acima de tudo, de não julgar, simplesmente ouvir. Aos poucos, um sentimento singelo e inefável ganha forma, surgindo uma história delicada de autoconhecimento, arrependimento, culpa e superação que poderá mudar a vida desses adolescentes se assim escolherem."

 Opinião: Um livro surpreendente e emocionante, adorei a história, refleti muito e pude admirar o crescimento de um personagem através de uma ótima narrativa!

  
Começamos com Yoko, uma adolescente que teria sua vida normal, se não fosse seu pai ter assassinado outro homem enquanto dirigia bêbado e fugido após isso. Agora Yoko é agredida de todas as formas, verbalmente, moralmente e até fisicamente. Isto porque as pessoas acreditam que ela deve pagar pelo erro de pai. 

"Filha de um assassino. E por tudo isso eu sinto raiva, não sei se tenho o direito, porém. Não quero ler o que o papai escreveu para mim, pelo menos não por agora, preciso de um tempo."

Na escola as garotas lhe ferem, a envergonham. Na rua o filho do homem assassinado por seu pai lhe persegue, a agride. Em casa ela vive solitária, eis que sua mãe agora só trabalha para poder custear a casa sem seu marido. Yoko carrega o peso do mundo nas costas e não tem previsão para que seu tormento acabe.

"Não posso fazer nada, só me resta esperar que alguém apareça. É vergonhoso, eu sei, a sensação de desamparo e fraqueza me invade e sinto vontade de me deitar."

Vemos Yoko amargurada, com raiva e acima de tudo, triste. Ela sente raiva de seu pai por ter feito o que fez, amargura por responder pelos atos dele e tristeza por ter seu próprio pai preso e sofrendo. Todavia, ela é forte o suficiente para aguentar tudo o que está passando, não querendo incomodar a mãe e nem querendo chamar atenção para si mesmo.

Mas as coisas mudam quando ela é obrigada a realizar um trabalho em dupla com Aidan, o garoto problemático da escola, cujo passado também é tão obscuro quanto o presente de sua família. Os dois irão aprender a lidar com seus problemas de cabeça erguida, aprenderão a confiar um no outro e lutarão juntos contra o que a sociedade impõe a eles.

"As pessoas não falam com ele e ele parece não se importar com isso, pois não interage com ninguém na verdade. Desvio do seu olhar fito e me volto para a minha cadeira, de repente ansiosa e tímida por eu ter cometido esse erro. Ninguém fala ou faz contato visual com o garoto taciturno enraivado."

Enfim, foi emocionante. Por vezes me vi na pele de Yoko e até me perguntava porque ela não revidava, brigava. Mas Yoko não é assim, ela quer que tudo passe, só isso. Senti seu sofrimento por estar sendo julgada e culpada, além de sofrer pela sua família agora despedaçada. Aidan é seu porto seguro, por assim dizer, mas até eles tem problemas para conseguirem se abrir e aceitar seus sentimentos.

"É assim que as coisas acontecem, na verdade é assim que deve ser. Um cuidando do outro na medida em que achar que for necessário e como entender a situação. Assim a gente se protege."

A narrativa da autora foi boa, apesar de que senti falta de mais aprofundamento no relacionamento de Aidan e Yoko, de resto está ótimo. Adorei a forma como Yoko amadureceu e como lidou com tudo que lhe acontecia no decorrer da história e também gostei muito de como Aidan saiu de sua 'casca'.

A diagramação está ótima, tudo bem organizado e clean, só não gostei de alguns parágrafos que não estavam justificados, mas nada que interferisse na leitura. A capa é condizente com o teor da história, então gostei bastante, ficou bem caprichada.

Perdoe-me, minha florzinha de cerejeira. Perdoe-me, Yoko. Seja forte!

Enfim, adorei muito a leitura, foi bem rápida apesar do número de páginas e recomendo totalmente esse romance, é singelo, tocante e emocionante. Espero que tenham gostado, beijos e até a próxima!



♥ Você também vai amar:

25 comentários

  1. Oi Meninas,

    Quantos elogios, da gosto de ver, eu gosto muito de livros assim, vou dar uma olhada na Amazon, mas por agora não leria, estou com alguns livros na meta e quero finalizar primeiro, mas está anotado aqui.

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  2. Olá! Eu li Flor de Cerejeira e fiquei apaixonada pela capa e pela Yoko. Ela me transpassou sentimentos diversificados e tudo o que eu queria fazer era abraçá-la e ajudá-la. Acredito que ela foi forte o tempo inteiro porque só quem passa por isso sabe o quanto sofre. O fato da autora falar justamente das pessoas que estão do lado do acusado por alguma coisa foi a grande sacada, até porque sempre vemos o lado da vítima, daqueles que perderam alguém. De alguma forma Yoko também perdeu seu pai e aos poucos vai perdendo outras coisas também como a vontade de continuar, a coragem.
    Amei a resenha!
    Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  3. Helloo, tudo numa nice?!
    Ah, que lindeza essa resenha!! *-* Vou ali desmaiar e depois eu volto ahahaha. Eu amei. Obrigada por ter lido. Eu li seu comentário no blog e não estava preocupada com prazos nem nada. Todo mundo tem metas e as pessoas são ocupadas também, então não estava preocupada. Aidan é meu crush ahaha - por tudo que ele passou e passa. Amei que você gostou da estória.
    Beijin...

    ResponderExcluir
  4. Sempre me pergunto como você consegue achar livros tão legais assim pra ler!
    Adorei super a resenha! parabéns
    Beijão
    http://www.a-toca.com/

    ResponderExcluir
  5. Oii meninas!

    Fico super feliz de ver esse sucesso que a Alana está fazendo, uma menina super simpatica, doce e sempre alegre. Achei a capa maravilhosa! E a premissa da história é bem interessante.

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  6. Amo suas resenhas, achei a capa desse livro linda demais. Aposto que a história também é demais! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    não conhecia o livro. Assim que falou independente já me senti tentada a ler, adoro ajudar na divulgação dos autores independentes como eu, mas drama não é a minha praia,geralmente acho o livro pesado demais.
    vou pesquisar mais sobre o livro.

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz
    Sorteio Amor Roxo
    Sorteio Um ano Inesquecível

    ResponderExcluir
  8. Gente, que livro mais comovente!
    Se eu lesse iria chorar e sofrer com a personagem, pois, não deve ser fácil encarar a ira das pessoas por simples ignorância delas... Ela é uma personagem bem forte e só de saber isso, me deu maior vontade de ler. *--*
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
  9. Só pelo título, eu já amei o livro!
    Parece maravilhoso e encantador. Acho que eu ia amar!
    Já coloquei na minha lista do Skoob!
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
  10. Oie, tudo bem??
    Nossa, eu amo romances dramáticos. Quando já falam de garotos problemáticos, eu já fico morrendo de curiosidade rsrs Gosto de ver o desenvolvimento desses personagens, como eles superam as situações da vida. Adorei sua resenha! Flor de Cerejeira já tá na minha wishlist rsrsr Bjs,

    www.estranhoscomoeu.com

    ResponderExcluir
  11. Oie!
    Ainda não conhecia o livro, mas pela resenha da perceber o sofrimento da Yoko. Parece mesmo ser uma leitura emocionante, e que merece ser lida.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos,
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oieee! Eu só conheço a Alana pelo blog dela, mas já li muitas críticas positivas em relação a esse livro! Yoko parece ser uma personagem bem interessante!

    Adorei a resenha!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  13. Oi
    esse livro é bom mesmo, adorei a leitura e a yoko passa por tanta coisa e ainda precisa ser fote que bom que gostou de ler ele.

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Amei a resenha, esse livro parece ser maravilhoso, me rendi a ele só pelos elogios rs
    beijos
    http://lolamantovani.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. A capa do livro é maravilhosa! ♥
    Não sei se leria em no momento, mas confesso que achei o enredo interessante. Gosto de romances assim, mesmo que não tenha sido mt aprofundado o caso de Aidan e Yoko.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  16. Vejo falar muito neste livro e a capa dele é sensacional. Não gosto da ambientação do livro pela questão de não ser muito apegada a cultura mas isso não seria o impedimento de ler. Acho que a autora tem um dom bonito para escrita e sei que ela já escreveu outros livros também. Já tenho esta dica anotada!

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  17. Oiii, tudo bem?
    Que coisa mais linda essa obra, adoraria mesmo ter a oportunidade de realizar a leitura, ainda mais por causa desse romance lindo <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  18. Oi!

    Que capa mais linda! Que romance lindo! Estou apaixonada! COM CERTEZA vai entrar na minha lista!

    Sucesso com o blog sempre!
    Beijos, Belle.
    floraliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bem?

    Que capa linda, fiquei encantada com a delicadeza. Gostei da sinopse e sua resenha foi delicada e envolvente, mas a história me passou uma tristeza grande, não sei se estou em um bom momento para leitura de obras tristes...

    ResponderExcluir
  20. Oie!!
    Nossa que capa linda!!
    Não conhecia esse livro, mas é tão bom, mas tão bom quando um livro nos surpreende e nos emociona de tal modo, não?
    Gostei da sua resenha e a história me chamou muito a atenção <3

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Eu já tinha visto outra resenha deste livro muito tempo atrás e lembro de ter ficado morrendo de vontade de ler, pois realmente parece ser uma obra muito emocionante.
    Beijos.
    https://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  22. Oii,

    Não conhecia esse livro, mas gostei da premissa do livro. Parece ser uma história muito emocionante. Estou curiosa para ler.

    beijos

    ResponderExcluir
  23. Olá, adorei a resenha, o livro parece ser bem fofo e lindo, mesmo tendo um assunto pesado como esse ele parece passar uma leveza com esse romance e o crescimento dos personagens ao passar das páginas, a capa está uma doçura, estou completamente encantada, dá vontade de ficar olhando por horas

    ResponderExcluir
  24. Olá, tudo bem?
    Olá, gostei de sua resenha do livro, não o conhecia ainda e não gostei muito da premissa do mesmo. Os personagens estão muito disformes e deveras clichê, isso faz com que não me interesse por um livro.

    ResponderExcluir
  25. Oie
    a capa é uma graça, parece ser uma história muito legal e interessante, gostei do enredo, quem sabe eu leia mais pra frente quando tiver mais tempo

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir