Resenha #82 - Um Porto Seguro

por - outubro 26, 2016

Título: Um Porto Seguro
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Gênero: Ficção | Romance | Literatura Estrangeira
Páginas: 304
Lançamento: 2016
Skoob: (Ler +)
Comprar: (Site da Editora)
Classificação: 
[Livro cedido pela editora em parceria]
Sinopse: "Southport pode ser um bom lugar para recomeçar. Esse foi o pensamento de Katie quando ela chegou à pequena cidade da Carolina do Norte. Linda e reservada, a moça estava decidida a não criar laços com ninguém. Ou, pelo menos, essa era a intenção até conhecer Jo, sua vizinha extrovertida e brincalhona, e Alex Wheatley, o simpático dono do armazém, pai de duas crianças adoráveis. Apesar de relutante, Katie aos poucos firma raízes na comunidade e, depois de conhecer melhor a família e o bom coração de Alex, começa a abrir espaço em sua vida para o amor. No entanto, esse novo relacionamento faz com que ela se veja diante de antigos medos que pretendia deixar no passado. Confrontada pelos próprios fantasmas, Katie precisa decidir entre ceder a eles ou enfrentá-los. E, no momento mais difícil, ela descobrirá que o amor é o único porto seguro. Um dos livros mais intensos de Nicholas Sparks, Um porto seguro é promessa certeira de lágrimas, sorrisos e surpresas emocionantes."

 Opinião: Como sempre ocorre com os livros do Nicholas, me surpreendi novamente. Anteriormente havia lido 'O Guardião', uma trama emocionante e instigante que amei. Pensei que aquela seria a melhor das leituras do Nicholas, mas errei, esse livro pode não trazer a ação como no outro, mas é igualmente tocante, senão ainda mais. Particularmente me apeguei a Katie, por sua força e coragem.



Falando nela, Katie é uma misteriosa mulher que chegou na cidadezinha do interior da Carolina do Norte. Magra e apática nos primeiros dias, mas curiosamente, resolveu ficar. Conseguiu um emprego como garçonete em uma lanchonete local e alugou um chalé afastado. Sem amigos, filhos ou família. Qual a história por trás disso?


"Ele sempre se desculpava, e às vezes até mesmo chorava por causa dos hematomas que deixava nos braços, nas pernas ou nas costas dela. Dizia que odiava o que tinha feito, mas logo em seguida falava que ela havia merecido. Que, se tivesse sido mais cuidadosa, aquilo não teria acontecido. Que, se ela tivesse prestado atenção ou não tivesse sido estúpida, ele não teria perdido a cabeça."

Katie só quer ficar isolada e reconstruir sua vida após um passado traumático, mas como viver sozinha em uma cidade pequena onde todos se conhecem? Logo conhece Jo, sua vizinha que acabara de se mudar para a casa mais próxima. Ela é insistente em criar laços com Katie e esta não pode recusar as gentilezas da outra, até que uma amizade leve e divertida se cria.

Em sua rotina, Katie visita regularmente um estabelecimento comercial local, cujo dono é Alex, um viúvo muito interessante. Ele tem dois filhos e não entrou em relacionamentos após a morte de sua esposa. Ele, na realidade, só divide seu tempo entre trabalhar e dar atenção aos filhos, mas as coisas parecem mudar após essa mulher linda e misteriosa chegar na cidade.


Assim, após muita coragem, Alex consegue chamar Katie para sair. Ela parece se apegar muito aos filhos dele e é lindo ver como ela possui tanto carinho por eles, talvez esse tenha isso um fator predominante para fazer Alex se apaixonar de vez. Ele também é bem observador e logo descobre o passado de Katie e, com um pouco mais de esforço, acaba conseguindo sua confiança.

"Alex se perguntava não apenas sobre o passado dela, mas também sobre todas as outras coisas que ainda não sabia a seu respeito. [...] 
Ele queria que ela lhe contasse os detalhes de seu passado, não porque tinha a ilusão de que pudesse salvá-la, mas porque falar sobre o passado significava abrir uma porta para o futuro."

Neste ponto ficamos abismados com a forma como o autor nos levou a esse ponto, vemos com clareza o esforço que Katie despende tentando se abrir e confiar novamente em outro homem. Em contrapartida, vemos como Alex se esforça para não ultrapassar os limites claramente visíveis que Katie tem, não com ele, mas com ela mesma. Ela se retrai muito facilmente e se distancia de uma hora para outra, caso ele toque em algum ponto que ela ainda não saiba lidar, mas ele consegue, com jeitinho, ir ganhando Katie aos poucos.


Só fiquei incomodada com um ponto na trama: a rapidez com que esse amor evoluiu. Talvez eu quisesse um pouco mais de detalhes, mas ao final percebi que ambos estavam vulneráveis e, a partir do momento que decidiram se entregar um ao outro, não existiam mais barreiras e finalmente conseguiram se entregar a paixão, pelo menos foi o que concluí para justificar a rapidez com que eles começaram a se gostar.

"Ele não sabia direito quando tinha acontecido. Ou mesmo quando tinha começado. [...] Tudo que sabia com certeza era que ali, naquele momento, estava se apaixonando perdidamente por aquela mulher, e só podia rezar para que ela se sentisse da mesma maneira."

Em contrapartida, amei o tema abordado nessa história, é um problema tão presente e ainda assim nunca mencionado: a violência doméstica. O autor nos traz exatamente essa problemática, o que ocorre com essas vítimas e o motivo de, na maioria das vezes, nunca conseguirem se libertar. Elas acabam sendo culpadas por estarem sendo abusadas e maltratadas, como se o que ocorre fosse culpa delas e nunca do agressor. Geralmente este, o agressor, pensa que faz o que faz por culpa exclusiva da vítima, que se elas fossem diferentes, nada aconteceria. É uma prisão para elas, e é chocante e incrível como o autor conseguiu mostrar isso para o leitor.

"No fundo de seu coração, ela não tinha certeza se merecia ser feliz nem acreditava que merecia alguém que parecia... normal.
Esse era o segredo sujo do seu passado. Não o fato de ser agredida, mas achar que, de alguma forma, merecia o que passou por ter deixado aquilo acontecer. Aquilo a envergonhava e havia momentos em que se sentia terrivelmente feia, como se as cicatrizes que  tinham sido deixadas para trás fossem visíveis a todos."

Também vemos claramente o modo doentio de pensar do agressor, neste caso, marido de Katie. Ele realmente acredita que a agride somente porque Katie é culpada. Ela sempre erra, é descuidada e egoísta e por isso ele tem que corrigi-la. Assim, quando ela finalmente consegue fugir, ele não mede esforços para buscá-la. Porque a ama? Ele pensa que sim, mas no fundo é porque ele acredita que ela deve ser punida por deixar seu marido.

"Ela estava tentando fugir, mas não ia dar certo, porque era sua esposa. Ele a levaria para casa porque a amava. E então a mataria com um tiro, porque a odiava."

A narrativa, como sempre, é em terceira pessoa, alternando entre três pontos de vistas, que na minha opinião, foi uma forma incrível de nos manter envolvidos na história. Os diálogos são bem construídos e se passam de forma natural, o que agrada.

"- Meus sentimentos não mudaram. Ainda amo você, mas precisa descobrir se os seus sentimentos são os mesmos.
- Não mudaram.
- Então vamos encontrar uma maneira de superar tudo isso juntos, porque eu sei que quero passar o resto da minha vida com você."

Quanto a diagramação, não posso reclamar, está simples e perfeita, com detalhes nos capítulos e a nova capa que ficou linda e singela, o título em relevo deu um toque final perfeito. Não encontrei erros de revisão e só posso concluir dizendo que, novamente, a Editora fez um ótimo trabalho.


Assim, para as românticas e românticos incuráveis, essa é a escolha perfeita para passar a sua tarde de final de semana. Um romance lindo, emocionante, uma personagem forte e corajosa e um mocinho lindo, bondoso e perfeito, para não dizer menos. Realmente me agradou e espero que leiam e gostem como eu! Beijos e até a próxima!



♥ Você também vai amar:

31 comentários

  1. Oie,
    não me lembro de ver este livro, mas Nick não dá para mim.
    Não curto muito os livros dele.

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz
    Sorteio Um ano Inesquecível

    ResponderExcluir
  2. Oiii!

    Só li um livro do Nicholas, e não rolou.
    Mas eu leria outro por indicação, como a sua, em meus momentos mais leves haha
    Parabéns pela resenha.

    Beijos.
    http://colecionadoresdelivross.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. E mais uma vez um livro do Nicholas Sparks entrou na minha lista. Eu amo ele e o jeito como ele desenvolve suas histórias, sempre nos envolvendo em um romance maravilhoso. Com certeza eu lerei!
    Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Eu li esse livro quando ele foi lançado pela Novo Conceito. Mas achei essa capa muito mais bonita hehe. Sou suspeita para falar dos livros do Nicholas porque amo os livros dele. Uma coisa que gostei bastante nesse livro foi poder acompanhar os pensamentos do agressor, coisa que eu não tinha visto nos outros livros dela até então.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Nao sou muito fã do Nicholas kkkkkk as pessoas geralmente querem me matar quando escutam isso, mas me arrependi com o primeiro livro que li dele e sei que preciso dar mais uma chance, mas vivo fugindo kkkkk Enfim, a resenha ficou boa, a historia aprece interessante, preciso ms dar uma chance hahaha
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi
    a capa do seu é mais bonita, a minha é a capa do filme, faz tempo que não leio nada do Nicholas, quando li tinha parte que me colocava na pele da protagonista, ela sofreu tanto por causa de seu ex-marido, e a filha do Alex é muito fofa.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oie
    Li esse livro qdo saiu pela outra editora.
    Muito bem escrito, como todos do Nicholas Sparks, mas confesso que fujo de drama.
    Gostei da resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Amei a resenha, tenho uma relação de amor e ódio com o Nicholas, pois por mais que eu saiba que vai ter alguns clichês e marcas dele na história eu sempre choro no final e fico querendo reler o livro.
    beijos
    http://lolamantovani.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oie! :)
    Eu também amei O Guardião! <3 Também recomendo Uma Curva na Estrada amei demais esse livro! <3
    Tenho Um Porto Seguro aqui na minha estante e não vejo a hora de lê-lo, apesar de já ter assistido ao filme antes. kkk
    Amo a narrativa do Sparks, ele é sempre uma pedida! :D

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Apesar de muita gente amar esse livro, eu detestei pegar para ler, nem terminei porque me perdi na história e desisti no meio do caminho.
    Tem outros livros do Nicholas que eu amo que são Um amor para recordar e diário de uma paixão.
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
  11. Não sou grande fã do Nicholas e quando fui ler esse livro foi quase um parto. Apesar do romance ser lindo a coisa é toda muito enrolada, fantasma, ex marido e tudo o mais. Não curti a leitura não, acho que ele deveria continuar escrevendo só desgraça mesmo, gente morrendo e coisas do tipo... ele não me convenceu mt quando se aventurou com finais felizes.

    PS: Amei as novas capas ♥

    Raissa Nantes

    ResponderExcluir
  12. Eu ganhei esse livro um tempo atrás, junto com O Guardião, mas ainda não li nenhum dos dois, ahahaha... Tenho certeza que quando pegar não vou largar, Sparks é meu autor favorito!

    Beijooooo

    ResponderExcluir
  13. Olá
    Depois de ver várias resenhas percebi que o autor não é para mim, as histórias parecem encantadoras mas é muito doce, de mais da conta, por isso prefiro me abster do livro e ver os filmes.

    ResponderExcluir
  14. Oiie, tudo bem??
    Não sou maria vai com as outras, mas não consigo gostar do autor. O primeiro que eu li foi Diário de Uma Paixão, amei! Depois desse li mais dois empurrando pela barriga. E depois tentei ler outro, mas não engolia. Desisti. Entretanto, assisto os filmes (Nunca vi tanto filme de um autor só kkkk). Mesmo assim não consigo gostar muito. São fórmular que pra mim já estão saturadas. Romance geralmente clichê, um drama de leve, o casal que luta pra ficar junto, final água com açúcar... Bom, a leitura não é pra mim. Maaaas é tudo questão de gosto né? Porque Nicholas Sparks é um excelente escritor! Beijos, sua resenha ficou ótima!

    www.estranhoscomoeu.com

    ResponderExcluir
  15. Eu não tive boas experiências com Sparks porque não curto o gênero mesmo. Mas para quem curte, acho que esse é um dos autores mais queridinhos, né? Legal ver um tema mais pesado ser abordado também, como o do marido da Kate.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Esse é um livro que também não li do Nicholas, mas adoro as histórias dele, com certeza está na lista.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  17. Acho que todos os romances do Nicholas são assim né, evoluem um pouco rápido demais, mas a temática por trás muda e dessa vez foi um assunto bem importante mesmo. Imagino que ele tenha construído um romance bem lindo, sobre superação e carinho ♥

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oiiiii!!!
    Que bom que você gostou, eu também gostei muito.
    Pra mim, esse e O melhor de mim são os melhores dele.
    Mas sou suspeita pra falar, amo Nicholas <3

    O que deixou a desejar mesmo foi a adaptação.
    Nem consegui assistir tudo de tão ruim.
    Mudaram coisas que pra mim são imperdoáveis.

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  19. Olá,
    Já li a obra e também assisti a adaptação cinematográfica.
    A cada livro que leio do Nicholas, vivo um turbilhão de emoções com personagens bem cativantes e de características marcantes e somos sempre surpreendidos pelos desfechos que o autor cria.
    Até hoje acho que o livro que mais gostei e que me fez sofrer foi O melhor de mim.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oie!
    Eu já li o livro, mas na edição anterior. Confesso que gostei mais dessa edição, a capa do outro livro era bem sem graça kkk
    Bjks!
    histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  21. Olá,

    Sou muito fã do Nicholas e por isso sou suspeita para falar sobre suas obras. Amo todas!!
    Quando li esse livro lá em 2012, eu me encantei pela história, pela Katie, pelo Alex, pela fofura dos filhos dele, pelo passado de ambos que foi bem trabalhado. Enfim, tudo nesse livro foi perfeito *----* Lendo sua resenha me deu saudades desse livro.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Oi!

    Ah, meu querido Nicholas! Amorzinho, haha! Sou fã de suas obras mas infelizmente ainda não tive a oportunidade de ler esta que você resenhou, mas só me fez ficar ansiosa para a leitura no futuro! Suas fotos ficaram incríveis, o que só ficou mais aconchegante no decorrer da minha leitura. Parabéns!

    Sucesso com o blog sempre!
    Beijos, Belle.
    floraliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Infelizmente não curti essa leitura tanto quanto você, dos três livros do autor que li, só um me tocou de verdade, No seu olhar. Um porto seguro não conseguiu me emocionar, apesar de ter um tema importante. A Jo foi quem mais chamou minha atenção na história.

    ResponderExcluir
  24. Olá! Amo Nicholas Sparks, meu autor preferido! Li esse livro e me conquistou muito! A surpresa no final da história me deixou de boca aberta, quando a Jo lê a carta. Chorei horrores (como sempre!) A capa está linda demais, Beijos!

    Entre Livros e Pergaminhos

    ResponderExcluir
  25. Olá, tudo bem?
    Cara... eu amo esse livro e gostei bastante do filme.
    Gosto do titio Sparks e essa história está entre as minhas favoritas desse autor.
    Adorei a resenha.
    Abraços

    http://www.viciadosemleitura.blog.br/

    ResponderExcluir
  26. Olá, tudo bem. Esta capa ficou linda. Eu já vi o filme e gostei. Muito interessante os temas abordados. Apesar que foi estranho uma certa situação, não sei se acontece no livro, mas o final foi bonito. Gostei de conhecer mais do livro. Linda resenha.

    beijos

    ResponderExcluir
  27. Oi! Acredita que nunca li nada do Sparks? kkkk
    Pelos filmes parece tudo seguir a mesma receita... e como não sou fã de mto romance também, acabei não lendo nenhuma obra dele ainda... mas, esse Um Porto Seguro parece ser meio fofinho... não sei, ainda tenho um pé atrás. Vou pensar nisso rsrs :P

    bjs - Papierllon

    ResponderExcluir
  28. Oie,

    Eu tô bem curiosa pra ler esse livro por causa do filme. Ainda não assisti, mas quero ler antes. Adoro o Nicholas e leio ele em momentos bem específicos, porque senão é choradeira na certa. kkkkk

    Bjs, @dnisin
    www.sejacult.com.br

    ResponderExcluir
  29. Eu estou louca por esse livro e vai ser uma das minhas compras da black friday ou do natal, só não gostei muito da capa

    ResponderExcluir