Resenha #88 - O Papai é Pop 2

por - novembro 10, 2016

Título: O Papai é Pop 2
Autor:  Marcos Piangers
Editora: Belas-Letras
Gênero: Crônicas | Entretenimento
Páginas112
Lançamento: 2016
Skoob: (Ler +)
Comprar: (Loja Belas-Letras)
Classificação: 
[Livro cedido pela editora em parceria]
Sinopse: "O papai é pop está de volta! Marcos Piangers vai colocar você no banco de trás do carro, ao lado das filhas Anita e Aurora, para contar novas histórias - algumas comoventes, algumas divertidas e outras talvez um pouco nojentas - sobre essa coisa absolutamente comum e extraordinária que é ser pai. Um sentimento que não se pode explicar, não se pode entender. Só se pode viver. Porque você não vai ter um filho para obter vantagens, descontos, deduções do imposto de renda ou balões de graça sempre que for ao shopping. Um filho vai esgotar suas economias e minguar suas noites de sono. Vai sujar suas camisas novas e desenhar em suas paredes. Você vai ter um filho, na verdade, por um único motivo: para aprender a amar outra pessoa mais do que a você mesmo."

 Opinião: Como posso dizer, sem parecer exagerada, que eu acho as diagramações desses livros perfeitas? Sério! Até hoje não vi um livro sequer da Editora Belas-Letras que seja menos que fenomenal! É um trabalho tão único e bem feito que eu simplesmente fico querendo fotografar o livro todo para vocês verem!


Assim, não poderia ser diferente com 'O Papai é Pop 2'! Como já acompanho as redes sociais do Piangers, eu tinha uma noção do que esperar do livro dele, mas ainda assim me surpreendi.


Neste livro o autor traz várias crônicas, histórias de suas experiências com suas filhas, o modo como elas pensam, o modo como ele lida com tudo isso e suas experiências como pai. É interessante ver como, em momento algum, ele diz ser um pai perfeito, na realidade ele reforça várias vezes o quanto ainda tem de aprender essa 'coisa de ser pai'. É notável.


Ele traz ainda tudo sobre esse mundo da paternidade, como é ter de trocar fraldas, lidar com chupetas, ser antissocial, avós, o pai perfeito, férias, stress e tudo que envolve a relação pai e filhas. Ele também conta as vezes em que se surpreende com aquelas mini pessoas e o que pode vir delas, isso o faz amar cada vez mais e, por um momento, esquecer todo o peso de carregar a vida de pessoas com você.


Mesmo para quem não tem filhos, acaba se identificando com as histórias e, claro, dá boas risadas. Na realidade, o autor nos traz uma abordagem leve e descontraída do que é ser pai e o que advém disso. É fascinante!


As crônicas são curtas, mas garanto que o livro te fará ficar com vontade de mais. As meninas são lindas e não há como não se apaixonar por elas e só posso dizer que o autor fez um ótimo trabalho ao descrever seus pensamentos nesse livro. Sua narrativa é fluida e divertida, nada apressado, nos envolve nesse mundo de pai e filha e quando vemos, estamos nos sentindo um pouquinho na vida deles.


A diagramação do livro é coisa de outro mundo. Novamente, como já disse, a Editora fez um trabalho único neste livro. As páginas são marcantes, com detalhes fortes e característicos, chama nossa atenção e as cores vibrantes finaliza tudo com perfeição.

Enfim, super recomendo esse livro se quiser saber mais do mundo dos pais e se divertir com isso. É uma ótima dica para você que quiser se divertir e passar umas horinhas desfrutando de boas histórias e dando boas gargalhadas. Beijos e até a próxima!



♥ Você também vai amar:

30 comentários

  1. Eu vejo muita gente falando desse livro. Apesar dele parecer divertido, acho que não seria uma prioridade de leitura por agora.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção seis anos de Caverna Literária

    ResponderExcluir
  2. Oi, nunca comprei nada da editora e amei a capa e a diagramação realmente é lindíssima, da vontade de comprar só por causa dela hahahaha e adorei o tema do livro pais. Parabéns pela resenha! Bjos

    Blog Literário 2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá vontade de compra tudo mesmo haha. Obrigada <3

      Excluir
  3. Olá
    Eu li o primeiro e fiquei completamente apaixonada, então é claro que pretendo conferir esse também. A edição é um encanto e adorei poder conferir suas impressões, assim como as fotos. A editora tem um capricho enorme né?! Essas crônicas tem um dom de nos envolver, pelo menos a leitura flui muito bem no primeiro e acho que esse também segue o ritmo.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, eu fico encantada com os livros da editora, são sempre fofos! Beijos.

      Excluir
  4. Sim. A diagramação desse livro realmente está linda, mas como não conheço muitos livros da editora não sei se é qualidade deles ou não. Eu achei a premissa bem.interessante e até me arrisco a dizer que deveria ser um livro que todos os futuros papais de primeira viagem deveriam ler. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? Que livro lindo, né?! Quero muito ler os livros do autor, devem ser uma graça. Adorei sua resenha e minha vontade de ler as crônicas só aumentou!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  6. Acho que esse não seria o tipo de livro que eu leria pois não me identifico com essa coisa de filhos, mas parece ser ótimo pra ler quando se termina uma leitura mais densa.
    A capa é maravilhosa, amei mesmo! <3
    Não pretendo ler, mas obrigada pela dica!
    Sua resenha ficou ótima e as fotos incríveis! <3

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  7. Oi! Eu acho esse livro bem parecido com Fala sério, pai da Thalita Rebouças, mas eu ainda não tive oportunidade de ler. Acho muito legal essas crônicas, deixa a gente sentindo cada vez mais na pele como é ser pai ou até mesmo filha. Eu amei a capa e a diagramação que são uma arte a parte. A editora está de parabéns!
    Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  8. A D O R E I!
    Que livro mais gracinha!
    Sério mesmo essa diagramação é linda.

    Beijos!
    A Universitaria -> www.auniversitaria.com

    ResponderExcluir
  9. Fiquei aqui babando em cima desse livro. Acho muito digno um homem interessado pela paternidade e realmente filhotes de gente são incríveis, o que vem das crianças é surpreendente de uma forma que torna impossível não ama-las! Li sua resenha sorrindo, com muita vontade ler o livro.

    Jaci
    O Que Tem Na Nossa Estante

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Estou morrendo de curiosidade de ler esse livro! Não sou mãe, mas acho que o autor aborda de uma forma tão natural a maternidade que não tem como não se identificar, como você pontuou.
    Achei muito legal o livro ter te feito rir em alguns momentos e, claro, super anotei a dica.
    Parabéns pela resenha e penas lindas fotos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Eu estou muito curiosa com esse livro e o primeiro volume, acho a diagramação linda e com certeza as histórias que o autor escreve, devem ser tão engraçadas como também motivacionais. Deve ser uma boa leitura! Gostei de ler a sua resenha e as fotos ficaram bem legais

    ResponderExcluir
  12. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro ainda mas ainda bem que gostaste da leitura!! :) Eu acho bem giro o género e a premissa agradou-me ainda que não tanto assim! :)

    Espero ainda vir a ler... E bom quando temos uma leitura repleta de gargalhadas e ainda com uma diagramação maravilhosa!! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  13. Olá!!
    Eu li e amei, A Mamãe é Rock!
    Estes livros têm diagramação linda!! Adoro tbe.
    Estes estão na minha lista
    Adorei o post!
    Bjks mil

    www.maeliteratura.com

    ResponderExcluir
  14. A parte gráfica parece mesmo estar muito bonita,mesmo assim, não me interessei pelo livro. O enredo em si não me interessou, acho que porque já passei desta fase.
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Oi!

    Apesar de achar as edições sempre muito lindas dessa coleção, eu não tenho muito interesse em ler, não é exatamente a minha praia, nem o que estou procurando para ler no momento. Mas crônicas são sempre boas e ler, a gente sempre aprende e conhece mais alguém que as escreve. Adorei as fotos, realmente uma edição linda! É uma pena que não me chama a atenção o conteúdo.

    beijos =)

    ResponderExcluir
  16. Oi, esse livro parece ser mesmo muito fofo. A relação entre pai e filha entre eles parece ser linda e ver os erros e acertos do autor como pai deve nos dar uma sensação de intimidade com todo o cotidiano da família. Não costumo ler crônicas e não sei se leria o livro, mas quem sabe um dia...
    Ótima resenha, bjs

    ResponderExcluir
  17. Oiii!!!
    Esse livro para quem é pai deve ser perfeito para dar umas risadas e também se identificar com as crônicas. O trabalho gráfico da editora, realmente está incrível. Eu não leria agora, por não ser um tema que me atraia muito.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. A diagramação desse livro é a coisa mais perfeita. Traz uma sensação a mais para a leitura. Mesmo não tendo filho, é uma leitura super válida pela leveza que as crônicas parece abordar e também pela sinceridade, pelo que pude observar em algumas fotos,que por sinal ficaram ótimas também. Fora que é um livro que garante mesmo algumas gargalhar.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Assim como voce acho essa diagramação a coisa mais linda do mundo, assim como a do livro anterior. Eu nao tenho filhos, mas acredito que mesmo assim a leitura deve ser muito agradável e divertida, por isso fiquei animada com a dica. Enfim, espero um dia ler esse livro ainda, assim como o anterior e o da mamãe

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  20. Olá,eu adoro esses livros que mostram a realidade da paternidade/maternidade,além de nos indentificarmos tanto como pais ou como filhos, eles são realmente tocantes e super divertidos e rende boas risadas, irei super anotar essa dica

    ResponderExcluir
  21. Oi!
    Eu já li algumas resenhas sobre o primeiro livro e apesar de achar que eles são bem engraçados e gostosos de se ler.
    Porém, eu não tenho interesse nenhum em ler. Acho bem notável o livro mostrar os cuidados dos filhos pela visão do pai (não é algo muito comum) e mostrar também que ele tem erros e que tá sempre aprendendo - mas passo a dica.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/11/resenha-quarenta-dias-sem-sombra.html

    ResponderExcluir
  22. Helloo, Lilian! Tudo numa nice?!
    Eu não conheço os Piangers(?) mas já tinha visto esse livro. Não conheço o trabalho editorial da Belas Letras porque acredito nunca ter lido nada da editora, mas suas fotos já dão um gostinho bem bom da obra como um todo. Confesso que não sou de ler esse tipo de livro, mas de uns dias para cá me deu vontade de ler O Papai é Pop - só a título de curiosidade.
    Enfim parece ser uma ótima leitura.
    Beijin....

    ResponderExcluir
  23. Olá, como vai?!

    Logo de cara gostei das diagramações!
    Gostei também de como cobriu o que o livro aborda sem dar muitos spoilers, falando sobre os temas da paternidade e as fotos do livro fisico ficaram ótima!
    Já havia ouvido falar sobre O Papai é Pop e fico feliz de saber sobre a continuação, pois parece ser um livro muito gostoso de ler.
    Achei sua resenha um pouco curta, voce escreveu muito bem, podia ter detalhado um pouco mais.

    Beijos ⚛

    ResponderExcluir
  24. Olá!
    Realmente, as diagramações são maravilhosas! Eu sempre achei que esse seria um livro muito divertido já que adoro crônicas, mas esse tema de família e filhos nunca me chamou a atenção a ponto de querer conferir a obra. Mas sempre guardo essa dica e quem sabe um dia, não é?
    Beijos.

    ResponderExcluir
  25. Mesmo você tendo dito que até quem não tem filhos se identifica, não fiquei com vontade de ler. Realmente sempre vejo os pais descobrindo coisas novas, aprendendo a ser pais e se deslumbrando com as descobertas dos pequenos, e daria de presente para vários amigos, mas além de não curtir o tema não curto crônicas, por isso passo a dica. Mas deu para perceber que o trabalho gráfico está mesmo sensacional.

    ResponderExcluir
  26. Oii, tudo bem?
    Esses livrinhos são super lindinhos, tenho muita curiosidade de lê-los mas ainda não tive a oportunidade de ler. Suas fotos tambem ficaram muito lindinhas.
    Amei o post, parabéns pelo blog maravilhoso.
    Abraços Mary do blog Leituras da Mary

    ResponderExcluir
  27. oie!

    há tempos eu venho conferindo esta obra. Acho uma fofura <3

    Papai é pop já despertou minha curiosidade, assim como mamãe é rock.

    Não tive a oportunidade de conferi-los ainda, mas tenho certeza que serão leituras deliciosas!

    ResponderExcluir