Resenha #90 - A Substituta

por - novembro 14, 2016

Título: A Substituta
Autora: Clara Brandão
Editora: Arwen
Gênero: Romance | Ficção
Páginas: 220
Lançamento: 2016
Skoob: (Ler +)
Comprar: (Site da Editora)
Classificação: 
[E-book cedido pela editora em parceria]
Sinopse: "Nathan Robins é um cara de sorte. É famoso, rico, bem apessoado e casado com Park Jihyun, uma mulher adorável e bem-sucedida que o ama muito. No entanto, todas essas coisas não impedem que Jihyun seja diagnosticada com um câncer em estágio terminal meses após o casamento dos dois. A vida de Nate passa por uma grande reviravolta. Sem perspectivas, ele toma decisões erradas que o levam cada vez mais para baixo. Ele não consegue aceitar que existe uma razão para tudo o que está acontecendo. Nathan conta, junto com tantas outras coisas, o que é enxergar a luz quando se está na escuridão. "

 Opinião: Me enganei totalmente quando olhei para essa capa fofa e confesso que imaginei ser um desses romances juvenis e clichês. Todavia, contrariamente ao imaginado, essa é uma daquelas histórias cheias de intensidade, que conseguem fazer o leitor sentir com força cada pedacinho do que se passa com o personagem. Gostei demais da leitura e recomendo!

Essa história gira em torno de Nathan, que tinha a felicidade nas mãos. Sim, ele a tinha, mas toda a sua vida se desvencilhou após o falecimento de Jihyun, sua esposa, a qual ele amava incondicionalmente, depois de ser diagnosticada com câncer.

Digo incondicionalmente, porque a autora conseguiu expressar da melhor forma possível e com profundidade, os sentimentos de Nathan depois de perder alguém que ama. É como se o leitor pudesse ocupar seu lugar e entender seu coração entristecido, sabem? Gostei demais desse toque da autora e como ela conseguiu transmitir esses sentimentos para o leitor.

Acontece que, após a morte de Jihyun, Nathan destrói a si mesmo e sua vida, no momento em que não consegue mais ter forças para agir ou pensar e acaba se envolvendo com as drogas, bebida alcoólica e uma depressão profunda e sem previsão de volta. Ele passa ainda a ter alucinações e, é nesse exato momento que, sem esperança, tenta se suicidar, mas sua tentativa não é exitosa, uma vez que ele é acolhido pelos pais.

"O que poderia dar de errado? Estava sendo feliz com o amor da minha vida, tinha fãs maravilhosos, levava uma vida calma comparada a outros artistas, que eram perseguidos por paparazzi e sacos de pancada da mídia. Eu tinha muita sorte. Bem, foi quando cheguei neste momento que a queda aconteceu."

Porém, Nathan descobre que é possível encontrar uma sósia de Jihyun e logo fica excitado com a ideia, achando que encontrando outra idêntica fisicamente com Jihyun seu sofrimento iria ser rompido e sua vida então seria reestruturada.

E é claro, ele consegue encontrar uma 'quase gêmea' de Jihyun, e após conhecê-la melhor, ele se apaixona outra vez.

Essa 'quase gêmea' é Anabelle, linda e talentosa igual a original (por assim dizer), mas, ao conhecê-la melhor, Nathan vai percebendo que são personalidades completamente diferentes e que então nunca poderá ter Jihyun de volta, mesmo com uma mulher parecidíssima a sua frente. É uma farsa, mas ele tenta acreditar.

Logo, a depressão começa a vir à tona novamente e com mais intensidade, e ele continua tendo alucinações com Jihyun, só que agora prometendo piorar. Anabelle não consegue fazer muito efeito em sua vida, já dá pra perceber, mas ele acredita fielmente que a substituta vai fazer o papel da ex e, talvez, conseguir restabelecer a relação que ele tinha anteriormente.

"Ela achava que, de alguma forma,eu a amaria menos se visse como ela estava o que é mentira."

Essa história é repleta de emoções e reflexões, quase impossível não chorar com Nathan. A autora conseguiu explorar com tamanha perfeição seus sentimentos e passar isso para o leitor com maestria, além de nos trazer um final surpreendente, fazendo-nos acreditar na certeza de que existe solução para tudo, e principalmente esperança!

Enfim, essa história acaba com um final absolutamente imprevisível, que eu adorei. Desde o momento que passei a entender a vida de Nathan, já cogitei um finalzinho na cabeça, mas depois a autora me pegou de surpresa. E acreditem, vocês irão gostar.

A narrativa da autora é impecável, como eu disse, ela tem um poder incrível de nos fazer sentir as emoções dos personagens e nos emociona, completamente. Sua ambientação é ótima e a construção dos personagens foi perfeita, ela soube nos direcionar na história de forma suave e garantiu altas emoções!


Quanto a diagramação, como li em formato digital, só posso dizer que estava tudo bem organizado e caprichado, sem erros de gramáticas ou falhas de formatação. As letras estavam em bom tamanho, o que me agradou e facilitou a leitura. Quanto a capa, ah, essa nos engana! Apesar de linda, ela traz aquela ideia de uma romance clichê, como eu já mencionei, mas a história é muito mais incrível do que imaginamos.

Então, para quem quiser chorar, refletir, se emocionar e amar, esse é o livro certo. Tenho certeza que irão adorar como eu e não se arrependerão da leitura. Espero que tenham gostado, beijos e até a próxima!



♥ Você também vai amar:

29 comentários

  1. Eu adorei a resenha, e só de ler sua resenha fiquei com aquele mix de sentimentos, como se eu tivesse acabado de ler o livro.
    Gostei da sinopse, já li um livro parecido sobre romance e a moça tinha câncer (não é A culpa é das estrelas. kkk), o livro se chama O amor pode esperar e eu confesso que sofri horrores com os relatos da personagem doente. =/
    Esse é mais triste porque o personagem quer encontrar alguém quase idêntico a sua amada que se foi, mas ele esquece que mesmo o exterior sendo igual, o interior jamais será. E agora, estou aqui roendo as unhas para saber desse desfecho final surpreendente.
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
  2. Oi meninas, suas lindas, tudo bem?
    É tão difícil aceitar a perda de alguém que amamos. E me deixou de coração partido e muito angustiada ele acreditar que poderia conhecer alguém que fosse como ela, que tudo voltaria a ser como antes. Ele nunca vai conseguir se apaixonar por alguém novamente se continuar agindo assim, ele está em negação e precisa de ajuda. Pela capa também nunca imaginaria esse enredo. Parece uma história muito triste, mas com um final de esperança. Vou colocar na lista com certeza!!!!! Adorei a resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, meninas!
    Olha, realmente a capa desse livro nos faz de trouxa. Eu também pensei que seria uma comédia romântica, mas lendo a resenha, está bem longe disso. E é por isso que quero muito ler.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção seis anos de Caverna Literária

    ResponderExcluir
  4. Oi meninas, tudo bem com vocês?
    Caramba eu jamais imaginaria todo o enredo analisando a capa. Também pensei que se tratava de algum romance juvenil.
    Eu não sei lidar com perdas. Até de personagens é difícil, e gosto de ler livros que trazem um personagem que perdeu, vejo uma forma de aprender lições entende? Mas geralmente eu termino minha leitura ainda mais arrasada rsrs.
    Que história, fiquei curiosa e com medo ao mesmo tempo. Não consigo me decidir se quero ou não ler rs.
    Adorei sua resenha amore.
    Beeijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Nossa, pela capa a gente não imagina mesmo que a história conta com tanta emoção! Fiquei tocada pelo sofrimento do Nathan, ainda mais por ele descobrir que ninguém é substituível :/

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Que capa mais fofa, e nossa que trama emocionante. Eu não sei lidar com perdas, de nenhuma natureza. Mesmo assim fiquei muito curiosa!

    Beijos,
    Pri
    www.vintagepri.com.br

    ResponderExcluir
  7. Eu seria enganada pela capa com toda a certeza! HAHAHAHA
    Emoção? Eu vou chorar? Quero já!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi
    nem conhecia e a história parece ser emocionante, a capa também me enganou, já que pensei que seria fofo e ao ler a renha vi que é algo triste, mas gostei do conhecer, nunca tinha visto divulgação dele.

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Que enredo forte, fiquei curiosa para saber se ele vai se curar da depressão e encontrar um novo amor. Isso dele buscar uma sósia da sua falecida esposa só trouxe mais sofrimento para ele. Beijos!

    Novidade no blog!!!
    Click Literário

    ResponderExcluir
  10. Parece um clichê emocionante e ao mesmo tempo com um enrendo forte! Vou anotar a indicação pq preciso de algo assim <3
    Ótima resenha!
    Beijos!
    Borboletas de Papel | fanpage - twitter - instagram

    ResponderExcluir
  11. Oi!

    Amo esses romances clichês, são os meus favoritos! Um enredo forte que parece ter muita emoção num livro só, não sei se aguentaria, haha! Não curti muito a capa, mas com certeza não será por isso que irei descartar a leitura. Vou adicionar à minha lista, me interessei bastante. Parabéns pela resenha e obrigada pela dica maravilhosa, está super anotada!

    Sucesso com o blog sempre!
    Beijos, Belle.
    floraliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Nossa, olhei a capa e pensei tb que seria um livro fofo, me surpreendi! Bom saber que o final não é previsível. Fiquei curiosa!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  13. Não é por nada não, mas a capa engana muito!!! Achei que seria um livro fofinho, mas quero ler, claro que acompanhada de lencinhos né? Amo livros que me emocionam e me fazem refletir.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oiiii! Que resenha espetacular :o hahah nossa eu também amei essa capa e concordo com você que ela traz um ar de romance clichê, mas quando um livro nos surpreende é muito melhor! Adorei o enredo, a história parece ser bem emocionante <3

    *Beijokas -Hellen Barros.

    www.apenasgiz.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi!

    Que delícia quando a autora consegue explorar e mostrar, aprofundar e desenvolver bem as emoções e os pensamentos dos personagens né? Eu não conhecia a história, mas achei bem interessante. Com certeza fiquei curiosa e esse ar clichê me passa uma coisa boa hahah

    Adorei a indicação, anotei por aqui.

    beijos =)

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Pensei a mesma coisa assim que abri teu blog e vi essa capa super fofinha! rs
    Eu gosto muito de livros juvenis fofos, mas esse vc diz que é denso o que aumentou minha vontade de ler.
    Dica anotada! Bjs

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Como se fosse possível, conclui a leitura de sua resenha com lágrimas nos olhos, pois a obra parece ser extremamente emocionante. Imagino como deve ser ler sobre um personagem que sofre depressão e, confesso, não esperava uma obra assim pela capa, acho que julguei erroneamente.
    Como tenho ele no kindle, vou tentar ler em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oieee, tudo bem? Confesso que me enganei redondamente igual quando olhei pra capa, mas fui lendo a tua resenha e me interessando cada vez mais pela história. Não tem nada de cliché nela! Me conhecendo enho certeza de que iria me emocionar bastante com a história do Nathan. Dica anotada e livro devidamente posto na lista de desejos!Bjosss

    http://porredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Oie!
    Eu não daria nada para o livro pela capa, mesmo ela sendo fofinha. Achei a trama bem interessante, e por saber que é reflexiva, já fiquei empolgada.
    Um livro que não conhecia, mas que me chamou bastante a atenção. Gostei dessa dica.
    bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  20. Uau, confesso que também achei que era um romance juvenil fofinho e só, gostei de saber que a obra tem muito mais que isso e que permite ao leitor momentos de reflexão. Gosto de leituras mais densas assim, então já coloquei nos desejados!
    beijo
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  21. Oi, a coisa que mais me chamou a atenção foi você falar que a autora consegue transmitir o que Nathan sente ao perder a pessoa que ama... Um sentimento de perda nem sempre é fácil de se transmitir e fiquei realmente curiosa para saber como ela consegue. No entanto, por se tratar da temática de câncer, nesse momento, eu prefiro passar. É um assunto delicado e não preciso ver algo sobre perda para isso, mas com toda a certeza eu quero ler o mais rápido possível...
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  22. Oi, tudo bem?
    Eu ja vi esse livro por aí e realmente essa capa dá a impressão de um romance juvenil e clichê, mas fiquei feliz em ver que não é isso. A premissa é bem interessante, gosto de histórias que abordem o luto e a perda, e pela sua resenha a autora soube narrar tudo de uma forma bem sensível e que mexe com o leitor. Enfim, parece ser uma bela leitura mesmo, espero ler algum dia e gostar.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  23. Oiii!
    Nossa realmente esse livro engana pela capa. Cada pessoa encara o luto de uma forma, e pelo que eu vejo o Nathan, não encarou tão bem. Fico feliz de saber que o final do livro pelo menos é bom. Gostei muito da sua resenha, é o tipo do livro para refletir e ver que a dor da perda pode devastar muito uma pessoa, de formas até inesperadas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  24. A capa super me enganaria e me deixaria esperando um romance fofo e delicado.
    Embora sua resenha tenha apresentado pontos interessantes e até tenha me deixado um pouco curiosa em conhecer a história, acredito que não seja o melhor momento para eu realizar a leitura. Estou meio que tentando fugir de leituras mais densas e a questão do cara acabar se apaixonando por alguem por ela ser parecida com a mulher que morreu me passa uma coisa ruim... Acho que isso criaria um desconforto em mim, pelo menos é a impressão que eu tive. MAS, quem sabe mais para a frente eu resolva dar uma chance ao livro? Vai que eu goste, não é?
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  25. Oie.
    Tudo bem?
    Como você fui trollada olhando essa capa nunca ia imaginar do que se trata esse livro fiquei bem curiosa pra fazer leitura o enredo é bem instigante e até meio louco claramente essa troca não vai dar certo kkk.
    Enfim amei saber das suas impressões.
    BJU
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Fui apresentada para esse livro no começo do ano. Na época eu imaginei uma história totalmente diferente do que você relatou aqui.
    Eu pensava que era um romance do tipo A Usurpadora, pelo jeito errei feio! rs
    A sua resenha fez com que eu olhasse para esse livro com outros olhos, gosto de dramas bem construídos que conseguem adentrar dentro do psicológico dos personagens.
    Abs e obrigada pela dica ^^

    ResponderExcluir
  27. Olá!
    Realmente olhando pela capa parece ser uma história de adolescentes ou jovens, mas pela sua resenha é uma historia intensa e cheia de reviravoltas. Uma história de superação. Não é fácil perder quem a gente ama e se não tivermos estrutura acabamos morrendo junto com eles.
    Amei a sua resenha e assim que puder vou ler o livro.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  28. Não conhecia o livro, mas vou confessar que amei conhecer. Inicialmente tive a mesma impressão que você, pela capa, parece ser um romance juvenil e clichê, mas com esse enredo de sósia e reflexão não tem nem como não ficar animada para a leitura. Adorei a sua resenha.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir