Resenha #99 - Horas Decisivas

por - dezembro 17, 2016

Título: Horas Decisivas
Autores: Michael J. Tougias e Casey Sherman
Editora: Única
Gênero: Não Ficção | Ação
Páginas: 256
Lançamento: 2016
Skoob: (Ler +)
Comprar: (www)
Classificação: 
[Livro cedido pela editora em parceria]
Sinopse: "Você tem que ir, mas não tem que voltar.” O lema não oficial da Guarda Costeira martelava na cabeça de Bernie Webber depois de ter sido convocado para resgatar os tripulantes de um petroleiro que se rompera ao meio, numa das mais aterrorizantes tempestades de inverno da costa norte-americana. As chances de sobrevivência dele e dos três outros jovens que o acompanhariam na missão eram mínimas. Nessa mesma noite, um segundo petroleiro também se partira ao meio a poucos quilômetros do primeiro, e outra equipe de resgate estava em busca dos sobreviventes da outra embarcação. Aquele 18 de fevereiro de 1952 ficaria para sempre na memória de todos os envolvidos. Horas decisivas é o resultado da extensa pesquisa de dois autores que uniram forças para escrever sobre um dos resgates marítimos mais extraordinários da história. Quase sessenta anos depois daquela noite fatídica, o relato ainda tira o fôlego dos leitores, além de ter inspirado uma superprodução da Disney estrelada por Chris Pine."

 Opinião: Horas Decisivas é o tipo de livro que te prende do início ao fim, com uma história incrível e carregada de emoções!


Creio que todos devem ter ouvido falar do filme chamado Horas Decisivas lançado em fevereiro de 2016 estrelado por ninguém menos que Chris Pine (um dia ainda caso com ele rsrsrs), certo? Pois bem, este filme é a adaptação deste livro incrível, pasmem!

Nesta incrível aventura temos a história real, você leu bem, história real de um resgate marítimo realizado pela Guarda Costeira dos EUA, durante uma tempestade mega violenta que ocasionou inúmeras mortes, tanto em terra, quanto no mar (sim, eu dei uma pesquisada para mencionar isso para vocês, mas fica entre nós rsrs).

O resgate em questão era para salvar os tripulantes de dois navios petroleiros, chamados respectivamente de Pendleton e Fort Mercer, pois ambos tinha sido afetados pela tempestade e tiveram seus cascos partidos ao meio. Com isso, Bernie Webber, nosso protagonista e alguns companheiros se arriscam para salvar a vida dos homens que ali estavam.

"Sim, a vida de um membro da Guarda Costeira muitas vezes era ingrata, mas Webber não a trocaria por nenhum outro trabalho no mundo. E, nesse momento, logo após o amanhecer, ele olhava pela janela do refeitório, ouvia o uivo e se perguntava o que o dia lhe reservava."

Webber é um rapaz de família simples, sem mais ambições e que, surpreendentemente, gostava de ajudar o próximo. Digo isto, pois não é sempre que vemos uma pessoa assim, mas ele era. Seu trabalho era de guarda costeira, mas sempre tivera o sonho de navegar e enfrentar o mar. Mas ele se contentava com o que tinha, como eu disse, sem mais ambições.

Mas quando soube que os navios petroleiros precisavam de resgate, ele soube que aquele seria seu momento, ele ajudaria e teria a chance de se aventurar no mar. Todavia o que fora mais surpreendente foi o fato de que ele e seus homens se arriscaram sem uma única bússola ou qualquer outro objeto que os auxiliasse na localização e ainda obtiveram sucesso! (Ops, spoiler?)


Achei incrível a forma como Webber arriscou a própria vida sem nem pestanejar para salvar a vida dos colegas tripulantes, o que foi ao final considerado um ato extremamente heroico. Sua necessidade de ajudar aquelas pessoas era tanta que ele simplesmente não podia deixar de fazer aquilo.

A narrativa é envolvente, carregada de tensão e nos faz imaginar o que irá nos esperar na próxima página, por isso não posso reclamar. Um relato muito bem construído e detalhado de forma tal que podemos nos imaginar naqueles navios partidos e lutando pela própria vida.

"O amanhecer ainda estava a muitas horas de distância, e eram poucas as chances de a tripulação conseguir sobreviver tanto tempo à deriva no mar cruel e implacável."

Outro ponto fortíssimo foi que, ao meu ver, em momento algum a história pareceu irreal ou fantasiosa, pelo contrário, o relato foi tão fiel que não precisou de mais nada para nos mostrar o que aconteceu com essas pessoas e a forma corajosa como sobreviveram a uma tempestade perigosa e mortal. E ainda, houve o cuidado com o leitor, pois apesar de se referir a uma aventura marítima, nós podemos acompanhar perfeitamente e compreender o que era repassado, isso foi incrível!


No mais, não posso deixar de mencionar que a obra traz ainda um mapa marítimo demonstrando a rota que cada pessoa fez nas missões, o que ajudou muito na compreensão do que aconteceu. Mas, o que eu mais gostei foi o relato ao final nos contando o que aconteceu com cada pessoa salva no fatídico dia, achei fantástico.

Não sei se foi a escrita ou o fato de que eu sabia que era baseado em uma história real, mas tudo pareceu tão intenso e tão nítido que me peguei em alguns momentos segurando a respiração e com muita tensão! Então, não posso deixar de recomendar essa história, este livro, para aqueles que gostam de histórias heróicas e dignas de um filme haha! Espero muito que tenham gostado, beijos e até a próxima!



♥ Você também vai amar:

3 comentários

  1. Oii! Eu sabia do filme e do livro, mas ainda não conferi nenhum dos dois! Gosto de histórias baseadas em fatos reais e gostei de saber que a narrativa do livro é bem real. Adorei a indicação, parece ser uma história fascinante!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Como eu não conhecia esse livro e nem filme ??? Só quero<3 gostei da historia, sua resenha me comprou hahaha

    Blog >> www.seteprimaveras.com

    ResponderExcluir
  3. Não sabia que existia livro! Assisti o filme e gostei bastante, cheio de ação e emoção. Imagino que talvez o livro não tenha o mesmo impacto, de tensão/aflição, mas adorei saber que também é ótimo!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir